Nossa Historia


Três amigos apaixonados por cerveja resolvem fazê-la no quintal de casa. O resultado da primeira produção foi inesperado: uma cerveja excelente. Entregamos para os amigos e alguns especialistas e logo começaram os elogios, então surgiu a idéia: por que não comercializá-la?

Decidimos então fazer um teste mercadológico como cervejaria cigana, fizemos nossa cerveja em uma estrutura de outra cervejaria, a Patt Lou em Recife, a qual agradecemos ao cervejeiro Luiz imensamente por fazer parte da nossa história.

Após a boa aceitação do mercado, surgiu mais uma idéia: e se nós produzíssemos localmente, proporcionando uma cerveja extremamente fresca, sem intervenção de mau armazenamento ou transporte?

Após fazermos um estudo de mercado, percebemos a necessidade de um local que, além de boas cervejas, oferecesse também uma culinária à altura. Então surgiu o desejo de criar uma cervejaria com produção local aliada a uma boa cozinha.

Nossa cerveja sai do fermentador direto para a câmara fria, o que retarda consideravelmente o seu envelhecimento, garantindo uma maior qualidade. Nosso chef de cozinha, Júnior Sales, possui formação pela Le Cordon Bleu, em Paris, considerada uma das mais renomadas escolas de gastronomia do mundo.

Galeria


Clique nas fotos para amplia-las

Nossas Cervejas


Clique nas fotos para ver os detalhes da cerveja

StigmAPA

Estilo: American Pale Ale
ABV: 5.4%
IBU: 45
SRM: 4,7
EBC: 9,2
Uma Pale Ale que utiliza lúpulos americanos, aromática de corpo médio-baixo. Boa drinkability, refrescante, lupulada e equilibrada. O aroma é acentuado por um duplo dry hopping, trazendo notas cítricas, florais e de frutas tropicais. No sabor, um amargor moderado e limpo permitindo assim que você deguste vários exemplares. Cheers!

MandacarIPA – American IPA

Estilo: American IPA
ABV: 6.6%
IBU: 70
SRM: 5.6
EBC: 13,4
Uma IPA com uma carga generosa de lúpulo americano. Sua receita é inspirada na autêntica West Coast, trazendo um forte amargor e a complexidade dos lúpulos Simcoe, Azacca e Mosaic, unindo nota cítricas, resinosas, amadeiradas e florais. Para dar ainda mais balanço foi adicionado um malte de tosta média. O nome MandacarIPA é uma homenagem ao mandacaru, uma planta bastante conhecida no nosso Ceará, embora possua espinhos, floresce lindamente alegrando o coração do sertanejo na esperança da chuva, como já dizia o grande poeta Luiz Gonzaga: "Mandacaru quando fulora na seca é o sinal que a chuva chega no sertão..."

Assum Preto

Estilo: Black IPA
ABV: 7.0%
IBU: 80
SRM: 29.8
EBC: 78
Esta é uma Black IPA autêntica, uma junção do estilo American IPA com um torrado leve e corpo médio, o que a torna fácil de beber, quebrando o mito de que cervejas escuras são "pesadas" ao paladar. Utilizamos apenas um tipo de lúpulo nesta receita, processo conhecido como single hop. Possui amargor e aroma potente advindo do lúpulo Centennial. Uma homenagem ao Assum Preto, um belo pássaro fácil de encontrar pelo sertão nordestino, ele canta apenas à noite quando está bastante escuro, ou como diz o cearense, no brêu!

Galo Campina

Estilo: Irish Red Ale
ABV: 4.5%
IBU: 23
SRM: 11,2
EBC: 28,2
Uma cerveja leve, refrescante e fácil de beber. Um dos estilos mais populares na Irlanda. Ligeiramente maltada no balanço, com retrogosto que lembra caramelo e biscoito, possui final seco. Baixa presença de lúpulo, proporcionando um amargor discreto. O nome homenageia um passaro que vive em bandos nas caatingas em quase todo o Nordeste brasileiro.

Peste Negra

Estilo: Imperial Stout
ABV: 12.0%
IBU: 100
SRM: 4,7
EBC: 9,2
Escura, intensamente saborosa, forte, orientada ao sabor do malte tostado. Em sua receita está presente aveia, melaço, coco queimado e baunilha. O conjunto remete a notas de café, chocolate, frutas secas, coco e baunilha. Apesar da sua potência, o álcool está muito bem inserido. Na receita utilizamos maltes importados de dupla tosta para oferecer uma maior complexidade.

Velas do Mucuripe

Estilo: British Golden Ale
ABV: 4.5%
IBU: 24
SRM: 3.5
EBC: 7
Criamos esta receita pensando naqueles que estão iniciando no mundo da cerveja artesanal ou não são simpatizantes de extremo amargor.
Uma cerveja clara levemente lupulada, com altíssima drinkability e refrescância. Aroma moderadamente baixo de lúpulo cítrico, maltado leve sem caramelo. Uma excelente alternativa às cervejas tipo pilsen do mercado.

RYE Se Lascar

Estilo: Rye IPA
ABV: 7%
IBU: 60
SRM: 4.4
EBC: 8,7
Uma IPA que utiliza centeio (rye) em sua composição, proporcionando um leve condimentado, textura macia e um final mais seco sem dulçor residual. Uma cerveja bem lupulada que traz um amargor na medida e aroma acentuado por um generoso dry hop com uma mescla de modernos lúpulos americanos que conferem com notas cítricas, florais, resinosas, de frutas tropicais e de caroço. O nome é uma homenagem a um personagem conhecido da cultura popular cearense, advinha quem é?xo de lúpulo cítrico, maltado leve sem caramelo. Uma excelente alternativa às cervejas tipo pilsen do mercado.

Arábica Typica

Estilo: Golden Stout
ABV: 4,5%
IBU: 24
SRM: 3.5
EBC: 7
Gosta de cerveja? Gosta de café? E que tal unir os dois mundos? Essa é a proposta da Arábica Typica, o nome refere-se a espécie do café verde utilizado na maturação. Uma cerveja leve, refrescante e exótica: feche os olhos e sinta o aroma de café, abra os olhos e verá uma cerveja dourada.

Caldo de Bila

Estilo: New England IPA
ABV: 6.5%
IBU: 60
SRM: 5,3
EBC: 10,4
New England IPA, também conhecida por outros nomes como Juicy IPA ou Vermont IPA, é uma variação de IPA que surgiu no nordeste dos EUA. Possui cor amarelada, turva e aromas intensos remetendo a frutas tropicais como goiaba, mamão, manga, melão e lichia. Um diferencial em relação à IPA tradicional é o baixo amargor e dulçor, corpo mais aveludado advindo do uso de aveia nesta receita, e sabores de lúpulo bem presentes. Caldo de Bila é uma expressão cearense que se refere a algo leve, justamente uma referência ao amargor mais ameno deste estilo.

Asa Branca

Estilo: Weissbier
ABV: 5,2%
IBU: 11
SRM: 4
EBC: 8,8
Esta é uma clássica cerveja de trigo alemã. Clara, refrescante, com alta carbonatação, final seco e sensação na boca cremosa. No aroma possui notas frutadas de banana e fenólicas do cravo, ambos provenientes da fermentação. Uma cerveja que combina muito bem com o nosso clima!

Vixebier

Estilo: Witbier
ABV: 5.2%
IBU: 12
SRM: 4,0
EBC: 7,9
Uma ale de estilo belga à base de trigo, cerveja bem refrescante, condimentada, perfumada e saborosa. Ao invés da tradicional semente de coentro utilizamos o manjericão, que em conjunto com as raspas de casca de laranja proporcionou um incrível aroma e sabor cítrico delicioso. Complementam o conjunto notas herbais e picantes, possui baixo nível de amargor.

Severina Sour (Caju)

Estilo: Berliner Weiss
ABV: 3.5%
IBU: 3
SRM: 3.5
EBC: 7
Berliner Weiss é uma cerveja de trigo originalmente alemã, ácida, clara, refrescante e de baixo teor alcoólico. Possui acidez limpa e moderada, além de alta carbonatação para dar um efeito frisante.
O nome Severina Sour faz alusão à Catharina Sour, uma Berliner que utiliza frutas da região sul do Brasil, já a Severina Sour é uma série que engloba frutas tropicais da região nordeste.

West Coast Chocolate Stout

Estilo: American Stout
ABV: 5,6%
IBU: 50
SRM: 40.6
EBC: 80
Esta cerveja possui corpo e sabores escuros típicos das Stouts, porém possui um caráter mais agressivo e amargo de lúpulos americanos. Possui notas de café e chocolate, provenientes dos maltes escuros e da adição de cacau e chocolate na maturação.xo de lúpulo cítrico, maltado leve sem caramelo. Uma excelente alternativa às cervejas tipo pilsen do mercado.

Soft HOP

Estilo: Session IPA
ABV: 4%
IBU: 40
SRM: 3.2
EBC: 6.4
A IPA é um estilo que caiu nas graças dos amantes da cerveja artesanal, a versão session é uma boa alternativa para quem gosta de amargor mas deseja tomar uma cerveja mais leve, ou seja, com menos teor alcoólico. Leveza e refrescância são pontos altos do estilo, itens que combinam muito bem com o clima da nossa terrinha.

Pele Encarnada

Estilo: American Amber Ale
ABV: 5,0%
IBU: 38
SRM: 19.6
EBC: 38.7
Uma cerveja âmbar, com boa lupulagem de amargor, de corpo médio baixo e sabor maltado de caramelo. A combinação de lúpulos americanos com o caramelado dos maltes traz um sabor único para esta cerveja. O nome é uma homenagem a tribo indígena dos “Peles Vermelhas”. Popularmente no interior do Ceará nossos avós costumavam chamar de “encarnada” qualquer coisa que tivesse a cor vermelha!e baixo de lúpulo cítrico, maltado leve sem caramelo. Uma excelente alternativa às cervejas tipo pilsen do mercado.

Miolo de Pote

Estilo: American Blonde Ale
ABV: 4.5%
IBU: 29
SRM: 3.55
EBC: 7
Uma receita desenvolvida para agradar a todos os paladares, com um amargor médio baixo, corpo leve, refrescante e aroma balanceado entre malte e lúpulo. Clara e com altíssima drinkability (fácil de beber). Aroma médio baixo de lúpulos americanos que remete a frutas tropicais. Como se diz no Ceará, essa é pra tomar de ruma!

All My Love

Estilo: New England IPA
ABV: 6.6%
IBU: 66
SRM: 4,2
EBC: 9,8
Todo o nosso amor fez parte da produção desta cerveja. Uma pancada de lúpulo tal qual o vocal de Robert Plant através de insanos 06 dry hops. Uma variedade tal qual os solos de Jimmy Page através de 5 lúpulos distintos. Tudo isso para proporcionar sabores e aromas de lúpulos intensos como a banda Led Zeppelin.

CitrAnela

Estilo: New England IPA
ABV: 6.5%
IBU: 65
SRM: 4,2
EBC: 9,8
O nome é um trocadilho que faz a alusão à absurdas doses do lúpulo americano CITRA através de 04 dry hops, proporcionando um incrível aroma. O rótulo faz homenagem a Romero Brito, um artista plástico nordestino de grande renome internacional. O estilo New England IPA, também conhecido por outros nomes como Juicy IPA ou Vermont IPA, é uma variação de IPA que surgiu no nordeste dos EUA.

St. Padim Çiçu Tripel

Estilo: Belgian Tripel
ABV: 9%
IBU: 33
SRM: 5.5
EBC: 10,9
Uma cerveja pouco condimentada, frutada, seca e forte, com um agradável sabor arredondado de malte e um amargor firme. Apesar do teor aolcoólico possui surpreendente drinkability e baixo dulçor, uma estratégia para isto foi utilizar açucar demerara.

St. Padim Çiçu 10

Estilo: Belgian Dark Strong Ale
ABV: 10%
IBU: 22
Um estilo de origem belga, cerveja complexa e forte onde o malte é o grande protagonista. Traz uma mistura de maltes escuros que proporcionam aroma e sabor caramelado intenso. Presença de ésteres frutados provenientes da complexa levedura de abadia que utilizamos nesta receita. Embora possua teor alcoólico alto, o dulçor residual é baixo e corpo médio, o que a torna fácil de beber. O aquecimento alcoólico é perceptível, mas não desagradável, algo desejado no estilo.

Mel da Goiaba

Estilo: Session IPA
ABV: 5.3%
IBU: 31
SRM: 3.4
EBC: 6.7
Nesta cerveja fizemos a adição de mel de rapadura na fervura, e goiaba na maturação a frio. Leveza e refrescância são os pontos altos, itens que combinam muito bem com o clima da nossa terrinha. A goiaba traz um grande complemento ao conjunto, sendo protagonista nesta receita. O nome é uma homenagem ao bar de um grande amigo da Donkey Head, o Mel Amigo.

Metanoia

Estilo: Belgian IPA
ABV: 8%
IBU: 60
SRM: 5.1
EBC: 10,8
Metanoia significa, em uma definição simples, uma mudança profunda de pensamento sobre o que você acredita, isso é o que esperamos de você quando degustar esta cerveja, uma IPA diferente do tradicional. Imagine uma fusão de uma boa tripel com o amargor de uma IPA! Esta cerveja mescla os aromas frutados e fenólicos provenientes da levedura belga com os aromas cítricos, resinosos e florais dos lúpulos utilizados. O resultado é uma cerveja excepcional e complexa, mais seca e alcoólica como é o costume da escola belga. "

Brut de Sauvin

Estilo: Brut IPA
ABV: 8.7%
IBU: 35
SRM: 3.6
EBC: 7,1
Cerveja, champagne ou vinho, que tal os três? Uma cerveja diferente de tudo que você já provou, essa é a proposta da nossa Brut IPA. Nesta receita única utilizamos o Nelson Sauvin, um famoso lupulo da Nova Zelândia, raro de encontrar, sim, porém, mais raro ainda é o seu perfil com notas de cabernet sauvignon blanc, acentuadas pela adição de uva verde na maturação. O conjunto lembra um bom vinho branco aliado a uma alta carbonatação, trazendo o efeito frisante do champagne, uma combinação única e inesquecível.

Pardal Negro

Estilo: Imperial Stout
ABV:10.0%
IBU:80
SRM:71,1
EBC:14,0
Escura, intensamente saborosa, forte, orientada ao sabor do malte tostado. Em sua receita está presente aveia, castanha e coco. O conjunto remete a notas de café, chocolate, castanha e coco. Apesar da sua potência, o álcool está muito bem inserido. Esta cerveja homenageia um pássaro muito comum em nossa região e ao mesmo tempo o picolé de castanha mais famoso do Ceará. O pardal negro é conhecido como o macho dominante, só há um por bando.

Severina Sour (Acerola)

Estilo: Berliner Weiss
ABV: 3.5%
IBU: 3
SRM: 3.5
EBC: 7
Berliner Weiss é uma cerveja de trigo originalmente alemã, ácida, clara, refrescante e de baixo teor alcoólico. Possui acidez limpa e moderada, além de alta carbonatação para dar um efeito frisante. O nome Severina Sour faz alusão à Catharina Sour, uma Berliner que utiliza frutas da região sul do Brasil, já a Severina Sour é uma série que engloba frutas tropicais da região nordeste.

Réliz

Estilo: Munich Helles
ABV: 5%
IBU: 20
SRM: 3.55
EBC: 7,1
Este estilo foi criado em Munique em 1894 na Cervejaria Spaten para competir com as cervejas claras tipo Pilsner. Atualmente é o estilo mais popular no sul da Alemanha. Fizemos esta cerveja seguindo à risca a receita tradicional alemã: cor dourada, perfil orientado a sabor de malte com um final suave e seco. O lúpulo se apresenta de forma bem sutil.

Red Hop

Estilo: Red IPA
ABV: 6%
IBU: 65
SRM: 15
EBC: 30.3
Esta é uma IPA de cor avermelhada, com uma carga generosa de lúpulos americanos Mosaic e Citra. Amargor potente aliado ao sabor de maltes com 3 tipos de tosta, trazendo um fundo caramelado. A combinação de lúpulos americanos de amargor e aroma com a tosta dos maltes traz um sabor especial e único para esta cerveja. O nome é um trocadilho com as características da cerveja e uma famosa banda de rock, quem aí advinha?

Severina Sour (Goiaba)

Estilo: Berliner Weiss
ABV: 3.5%
IBU: 3
SRM: 3.5
EBC: 7
Berliner Weiss é uma cerveja de trigo originalmente alemã, ácida, clara, refrescante e de baixo teor alcoólico. Possui acidez limpa e moderada, além de alta carbonatação para dar um efeito frisante. O nome Severina Sour faz alusão à Catharina Sour, uma Berliner que utiliza frutas da região sul do Brasil, já a Severina Sour é uma série que engloba frutas tropicais da região nordeste.

Pifitão das Véia

Estilo: American Wheat Ale
ABV: 5.4%
IBU: 25
SRM: 3.4
EBC: 6.6
O estilo American Wheat Ale, nada mais é do que uma cerveja de trigo que não possui os aromas de cravo e banana típicos da Weiss alemã, a levedura produz um caráter neutro para dar destaque ao aroma e sabor de lúpulo. Nesta receita utilizamos uma combinação de lúpulos inusitada, o Sorachi Ace que traz notas de limão, e o Citra que remete frutas tropicais. Você deve estar se perguntando o que significa “Pifitão das Véia”, pois bem, nosso cervejeiro fez uma justa homenagem ao seu avô, que gostava muito de jogar dominó, esse era o nome que ele chamava a pedra de pio, mas o porquê, nós nunca saberemos, haha! E esse chifre em cima da mesa? Era o recipiente que ele usava para guardar o seu rapé, ai de quem “bulice” nele.

Legendas:

IBU: International Bitterness Unit (Unidade Internacional de Amargor): unidade que permite classificar uma cerveja pelo nível de amargor apresentado.

SRM: Standard Reference Method, uma escala usada nos Estados Unidos para determinar a coloração da cerveja. Ele pode variar entre 2 - 3 que é Amarelo – Palha (Lite American Lager) até 40+ conhecido por Preto opaco (Russian Imperial Sout).

EBC: European Brewing Convention (Convenção de Cervejeiros da Europa), escala usada na Europa para determinar a coloração da cerveja. A escala europeia classifica como cerveja clara a que tiver a cor correspondente a menos de 20 unidades EBC, e como cerveja escura a que tiver cor correspondente a 20 unidades EBC ou mais.

ABV: Alcohol by Volume (álcool por volume), também conhecida por gradação alcoólica, foi adotada internacionalmente para indicar o percentual em volume da quantidade de álcool em uma bebida.


Tap List


Confira o que temos engatado neste momento


SIGA-NOS NO INSTAGRAM


Contate-nos


Para dúvidas, parcerias, críticas, sugestões e demais assuntos, por favor entre em contato conosco através do formulário abaixo.